segunda-feira, 21 de setembro de 2009

À MEMÓRIA DAS CRIANÇAS PALESTINAS

VOCÊ GOSTA DE CRIANÇAS?



À MEMÓRIA DE
TODAS AS CRIANÇAS PALESTINAS QUE
QUANDO NÃO MORREM DE
ATAQUES GENOCIDAS
MORREM DE FOME PELO
BOICOTE DE ISRAEL

VÍDEO À MEMÓRIA DAS CRIANÇAS PALESTINAS

À memoria das crianças palestinas

Percebe-se porque tanto Yitzhak Rabin como Shimon Peres declararam, ainda na década de 1990, que desejavam que Gaza simplesmente desaparecesse, ou que sumisse no fundo do mar. A existência de Gaza é um indício permanente das centenas de milhares de Palestinos que perderam suas casas para o Estado de Israel, que fugiram apavorados ou foram expulsos por temor à limpeza étnica executada por Israel há 60 anos, momento em que uma imensa onda de refugiados varria a Europa no pós Segunda Guerra Mundial, e um punhado de árabes expulsos de suas propriedades não importava ao mundo.

Mas agora o mundo deveria se preocupar.

Espremido nos poucos quilômetros quadrados mais densamente povoados do mundo, há um povo destituído, vivendo no isolamento, no esgoto, e, durante os últimos meses, na fome e no escuro, sancionados pelo Ocidente.

Gaza sempre foi insurrecional.

A "pacificação" sangrenta de Ariel Sharon, começandoem 1971, levou dois anos para ser completada e não vai ser agora que conseguirão dobrar Gaza.

"É o lugar mais deplorável que já vi", disse Edward Said, certa vez, sobre Gaza.

"É um lugar terrivelmente triste devido ao desespero e à miséria em que vivem as pessoas. Não estava preparado para encontrar campos que são piores do que qualquer coisa que eu tivesse visto na Áfricado Sul".

“A paz não passa pelo massacre” - Milton Hatoum

À memória de todas as crianças Palestinas que quando não morrem pelos ataques genocidas, morrem de FOME pelo boicote de israel!

http://grupos.uol.com.br/cgi-bin/gruposfolha?cmd=article&group=uol.folha.mundo.governo_bush&item=10480&utag=

2 comentários:

O Árabe disse...

Coisas que não mais deveriam existir! :( Boa semana.

Sol do Deserto disse...

Fico feliz que ainda existam pessoas decentes que se preocupam com nossos irmãos próximos e distantes e não se calam.

Boa semana para você também.